NOS AMANDO MAIS

Postado por [Carioca] on
Cada dia mais me convenço da crueldade da sociedade em relação as pessoas tidas como fora dos “padrões”. Ao folhear as revistas, nunca nos deparamos com imagens de pessoas comuns, aquelas como nós, que andam pelas ruas e que cruzamos todos os dias.
Concordo que para vender sonhos e desejos é necessário despertá-los, mas porque não com pessoas normais? Claro, bem arrumadas e produzidas, creio que nenhum de nós faria feio ou deixaria a desejar aos modelos. Com a diferença, de que, pessoas normais, você conhece e se identifica. Ao contrário dos modelos, que são padrões quase inalcançáveis pela grande maioria, não por falta de vontade, mas sim porque cada um tem seu biotipo que nunca será idêntico ao do outro. E aí está a beleza da coisa.
Já imaginou se todos fossemos altos, corpos malhados e louros de olhos azuis? Que graça teria? Seríamos um bando de robôs, sem diferença nenhuma. Sendo assim, se você ficasse com fulano ou beltrano, daria na mesma, por isso Deus na sua imensa bondade, fez-nos diferentes, únicos, nem mesmo gêmeos idênticos são iguais, só na aparência, porque o que conta de verdade é o interior. Seremos mais ou menos bonitos, dependendo daquilo que temos em nosso interior.
Sendo assim, o que eu aconselho é que nos amemos, mas de verdade. Não da boca pra fora, com o intuito de encobrir um grave problema de auto-estima.
Cuidemos de nosso jardim para que as borboletas venham. Só seremos felizes com alguém, quando aprendermos a ser felizes com nós mesmos, quando tivermos prazer em nossa prórpia companhia, quando nos olharmos no espelho e enxergarmos uma criatura divina, com defeitos sim, mas cheia de virtudes e beleza também.
Aprendamos a nos valorizar como pessoa, profissional, namorada, noiva, esposa, mãe, avó,enfim, como um ser humano que merece todo amor e respeito, de quem quer que seja, mas só teremos isso se primeiro o fizermos com nós mesmas.
Estar fora do padrão não é crime nenhum, e por isso temos de abrir os olhos das pessoas para que elas enxerguem a realidade e se valorizem como são, não como os outros querem que ela seja, só assim teremos um mundo mais belo e justo.
Então, comecemos abrindo os nossos olhos.
Pense nisso.

De: Luciane Russo

6 comentários:

Bruna Letícia disse...
17 de abril de 2010 10:47

é verdade e essas revistas de alguma forma nos faz sentirmos mal e tudo mais.

Sah disse...
17 de abril de 2010 13:18

É a tao falada massificação...a morte da individualização de cada um, com o seu biotipo e seu estilo!
Adoraria receber sua visitinha amorosa ao meu blog:
http://ameliareinventada.blogspot.com/
bjs

Pelos caminhos da vida. disse...
18 de abril de 2010 13:05

Hoje à partir das 18hrs meu blog:

Pelos Caminhos da Vida,

estará participando da COPA BLOG, venho por meio dessa msg pedir um voto pra vc, a votação vai até o dia 21/04, o site para entrar e votar é esse aqui;

http://dado.pag.zip.net/

Caso vc não consiga acessar o site através dessa mensagem, no final do post meu tem o site e por lá entra direto.

Obrigada.

beijooo.

Tatazinha disse...
19 de abril de 2010 05:59

Oie... Tem selinho pra vc lá no meu blog! Bjinhus

http://tatazinha-maisdemim.blogspot.com

Almanaque Feminino disse...
19 de abril de 2010 08:29

Concordo plenamente, essa massificação de um unico padrão de beleza acaba com nossa individualidade.
Li um livro do Augusto Cury que abordava mto bem esse tema.
Adorei seu blog, mto legal! to te seguindo
beijoo, Evelyn!

http://nossoalmanaque.blogspot.com

Fernanda disse...
19 de abril de 2010 09:23

Disse tudo .

Existe vários tipos de beleza além de altos, corpos malhados e louros de olhos azuis.

Beeijos ;*
Fee

Postar um comentário